Monday, 24 May 2010

Les fleurs de mon jardin

From Coisas Minhas


From Coisas Minhas


From Coisas Minhas


From Coisas Minhas


Lorsque en ces frais matins, je sors dans mon jardin,
avant que personne ne soit éveillé,
je recherche un temps de bonheur parfait.
En cette heure divinement fraîche et calme,
les ravissants visages de chaque fleur me saluent avec une joie silencieuse
qui me remplit d'un contentement infini;
chacune me donne sa couleur propre, sa grâce, son parfum
et m'enrichit par la perfection de sa beauté.


Célia Thaxter
(1835-1894)

These flowers are for you, Beto (Peniche, 1967 - Caldas da Rainha,23 de Maio de 2010)

8 comments:

Castles Crowns and Cottages said...

Parfait! C'est si beau ma belle...Anita

Presépio no Canal said...

Merci, cherie ;-) Elles sont aussi belles, tes mots :-)

Margarida Elias said...

Gosto muito das flores e do poema. Parabéns pelo jardim!

Presépio no Canal said...

Obrigada, Margarida! ;-) Beijinhos
O poema retrata a realidade. Na Primavera, costumo acordar bem mais cedo para ver o amanhecer ;-)

Su said...

São mesmo bonitas as flores:) Parabéns! Deve dar gosto cuidar do teu jardim:)
Beijinhos

Rosa do Adro said...

Uau!! que lindas flores... o que eu não dava por um jardim :)

quiçá um dia ;)

Beijos

(By the way... gostei do teu comentário e não há nada que não se resolva :)

Luisa said...

Lindas flores bem acompanhadas de umas belas palavras.

Beijinho

Thelma said...

Tocante e profundo!! Gostei muito deste post e também de relembrar Beto neste dueto fantastico com Rita Guerra.

Amazing!