Saturday, 5 October 2013

Portugal: 870 years of History


A Portugal, a nossa singela homenagem, por mais um aniversário

Portugal celebra hoje 870 anos de História (Tratado de Zamora, 5 de Outubro de 1143).
Parabéns, Portugal!

Hoje é dia de celebrarmos o que temos de bom e de belo...

Um país de descobridores, que deu novos mundos ao mundo, nas célebres palavras do nosso maior poeta, Luís Vaz de Camões...



Um país de belos locais e recantos encantadores ...






(as fotografias acima foram tiradas pelo meu marido)


De uma doçaria rica e variada...

Na imagem, doces tradicionais algarvios: Queijinho de Figo e Doces de Massapão (também conhecidos como Doces Finos)



Tarte de Alfarroba



De uma deliciosa e diversificada gastronomia...

Saladinha de Polvo (só para dar um exemplo)



De belos hotéis...



(fotografias acima tiradas por mim)

De um vasto património histórico:

Igrejas...



Castelos...

Castelo de Ferragudo



De terras piscatórias...



De bonitas praias...



(fotos acima tiradas pelo meu marido) 

 De forte ligação ao mar...


(foto acima tirada por mim)





Post especialmente dedicado à tia e primos do meu marido pelo simpático e caloroso acolhimento.

13 comments:

Sami said...

A primeira imagem esta fabulosa, enquadrada naquela janela da natureza. Uma saladinha de polvo...que saudades.

Presépio no Canal said...

Obrigada, Sami. :-) Eu sou suspeita, mas adorei esta fotografia do meu marido. Acho que está lindíssima.
:-)
Beijinho e Bom Domingo!

Marta Jablonska said...

Sandra, the first photo with the heart upside down and the ship in the background is masterpiece, and I just love it, and I'm going to take it as wallpaper in my computer. I hope I will visit Portugal one day with the family.

Presépio no Canal said...

Marta, this photo was taken by my husband. :-)

ana said...

Uma bonita homenagem, Sandra.
As fotos estão óptimas e há uma especialíssima, a primeira.
Ai os nossos doces... e a Amália,a nossa diva.
Obrigada por estas recordações.
[Já estás bem do ouvido?]
Beijinhos. :))

Presépio no Canal said...

Ana, fiquei logo boa do ouvido no final daquela semana e nunca mais tive queixas.
A primeira foto está um espectáculo, não está? :-) Sou uma esposa babada. Eu não tive oportunidade de fazer este passeio de barco, mas foi como se tivesse ido. Adorei as fotos que o meu hubby fez.
Beijinhos! :-)

GL said...

Sinto-me orgulhosa pela homenagem que presta ao nosso belo país, triste pelo que estão a fazer ao seu povo.
As fotografias são lindas, todas, mas a primeira?!...

Beijinho

Presépio no Canal said...

Obrigada, GL. Procuro lembrar-me sempre do aniversário de Portugal, especialmente agora, que estou fora.
Quanto ao resto, diria que "têm vindo" a fazer ao seu povo. Em 39 anos de Democracia, esta já é a terceira vez que o país se encontra em situação de pré-insolvência e chama o FMI e medidas de austeridade são aplicadas.
Ver aqui http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1824377
Será que temos de lhes mandar um cartão de agradecimento pela proeza?
Triste, muito triste!
Um beijinho, GL.



The Dutchess said...

Thank you for your visit when I was sad...and thank you for sharing your story about your beloved cat...Big hug..T.D

Crocheteando...momentos! said...

Há lugares maravilhosos...Portugal é um deles!
Para viajarmos...conhecermos...sem precisarmos de falar outra língua...a não ser a portuguesa...conhecer o nosso país é um verdadeiro privilégio!

Civ Bin said...

O tratado de Zamora não tem assim tanta importância, se é que alguma vez existiu.

Repare que o próprio D. Afonso Henriques dois meses depois já estava a colocar em causa o que tinha ficado estabelecido em Zamora: é que Zamora em princípio terá garantido os termos da paz mas em simultâneo fez de D. Afonso Henriques vassalo de Castela.

Ou seja, nem sequer o próprio D. Afonso deu alguma importância a Zamora - foi apenas uma migalha para proteger as suas outras intenções.

Nem sequer faz muito sentido celebrar Zamora porque se D. Afonso se tivesse ficado por aí ainda hoje éramos vassalos dos espanhóis.

Se D. Afonso Henriques não tivesse quebrado Zamora rapidamente, como o fez factualmente, nunca teríamos sido independentes.

Celebrar Zamora no fundo nem sequer nenhum sentido se o próprio D. Afonso Henriques fez "tábua rasa" do mesmo.

Zamora é apenas uma forma de mostrar a perspicácia de D. Afonso Henriques, calou os castelhanos e ganhou algum tempo para ir buscar o verdadeiro acto de independência, que estava em Roma, e fez tudo isto "nas costas do adversário".

Zamora é isso, apenas um pró-forma que permitiu ganhar tempo. Não há qualquer indício da independência de Portugal em Zamora, bem pelo contrário.

Presépio no Canal said...

Olá, Civ Bin

Obrigada pela sua visita e também pelo seu comentário. Peço desculpa por algum atraso na publicação, mas tenho estado fora.

Confesso que o seu comentário me intrigou e gostaria, caso possa, que me indicasse a bibliografia em que se apoia, para que possa consultá-la e compreender melhor o que afirma.

Nos meus anos de estudo, na escola oficial, sempre me indicaram a data do Tratado de Zamora como aquela em que o país se tornou independente. Agora, fiquei confusa, especialmente quando afirmou "...se é que alguma vez existiu.".

De acordo com o que aprendi, o Condado Portucalense tornou-se no Reino independente de Portugal, com o reconhecimento de Castela, no Tratado de Zamora(embora continuando vassalo da mesma, visto o seu Rei considerar-se também Imperador da Hispânia).

Quando menciona que Portugal foi buscar a independência a Roma, creio que se refere à Bula Manifestis Probatum, de 1179, que reconhece a validade do Tratado de Zamora (pelo menos, foi assim que aprendi). Assim sendo, será, na sua opinião, esta a data a considerar como a da independência oficial de Portugal, mesmo que, segundo aprendi, Afonso Henriques nunca tenha prestado vassalagem a Castela, após 1143 e se tenha declarado vassalo da Santa Sé a partir daí (embora esta vassalagem só tenha sido reconhecida oficialmente em 1179)?
Muito Obrigada pela sua atenção e disponibilidade.

João Menéres said...

Estiveste no Hotel Oriental !!!

Er o local onde se situava o antigo Casino !