Friday, 31 July 2015

Da Flevolândia...E o Hino...


A nossa província, a mais jovem dos Países Baixos, a nossa querida Flevolândia...
Terra arrancada ao mar que não existia sequer há 40 anos...
A fotografia é de Almere Pampus.



O Hino da nossa província (muito bonito, na minha opinião).
Traduzi-o para a nossa língua e aceito sugestões de melhoria.
Talvez outras conterrâneas nossas queiram partilhar o hino da sua província holandesa...
Fica o desafio para quem quiser agarrá-lo...;-)


 


Waar wij steden doen verrijzen 
op de bodem van de zee, 
onder Hollands wolkenhemel
tellen wij als twaalfde mee.
Een provincie die er wezen mag,
jongste stukje Nederland. 
Waar het fijn is om te wonen, 
mijn geliefde Flevoland!

Onde nós erguemos cidades
do fundo do mar,
Sob este céu de nuvens,
Ela é a décima segunda.
A província que permanece,
a mais nova da Holanda.
Onde é agradável morar,
minha amada Flevolândia!

Land gemaakt door mensenhanden, 
vol vertrouwen en met kracht. 
Waar de zee werd teruggedrongen 
die zoveel verschrikking bracht. 
Een provincie die er wezen mag,
jongste stukje Nederland. 
Waar het fijn is om te werken, 
mijn geliefde Flevoland! 

Terra feita por mãos humanas,
com confiança e determinação.
Onde o mar, agora afastado,
já nos trouxe tanto tormento.
A província que permanece,
a mais nova da Holanda.
Onde é agradável trabalhar,
minha amada Flevolândia!

De natuur laat zich hier gelden 
dieren kiezen nest of hol.
En de wijde vergezichten 
stemmen ons zo vreugdevol.
Een provincie die er wezen mag, 
jongste stukje Nederland. 
Waar het fijn is om te leven, 
mijn geliefde Flevoland!

A Natureza mora aqui
Os animais nos seus ninhos e tocas
E as vistas deslumbrantes
votam-nos de imensa alegria.
A província que permanece,
a mais nova da Holanda.
Onde é maravilhoso viver,
minha amada Flevolândia!

8 comments:

Sami said...

Interessante cada provincia ter o seu Hino. E bonito!

Crocheteando...momentos! said...

Há 20 anos dei uma volta pelos Países Baixos e fiquei maravilhada!
Foi bom conhecer um pouco mais! Belo o hino!!! Bom fim de semana!

GL said...

Olá, Sandra,

Que interessante, é mesmo muito recente!
A Flevolândia só "nasce" em 1986. Mas 5 metros abaixo do nível do mar? Posso ter um pouquinho de receio, posso?!
O hino é lindíssimo, musica e letra.

Continuação de bom fim-de-semana.
Beijinho.

João Menéres said...

Quando a vontade do homem se junta à criatividade ( seja ela qual, for ), podem nascer muitas Frivolândias por esse mundo fora !
E não seria necessário morrerem no Mediterrâneo milhares de pessoas que
procuram apenas um lugar para viver !

Um beijo muito grande, Sandra ( e gostei da foto ! )

Presépio no Canal said...

Também achei, Sami. E fiquei com vontade de conhecer os das outras províncias também. :-) xoxo

Presépio no Canal said...

Obrigada, Graça! Um bom fim-de-semana também para si!
E quem sabe, a Graça ainda volta cá novamente? ;-)
Bj amigo!

Presépio no Canal said...

Claro que pode ter receio, GL. ;-) Até eu, no início, tinha também... :-) Até ver as ovelhinhas nas encostas junto ao "mar" (lago grande). Também acho piada, quando, cá embaixo, subimos as escadas das encostas, para ver o mar, lá em cima...:-))
Beijinho grande e continuação de bom fim-de-semana!

Presépio no Canal said...

Olá, João! :-)

O que se passa no Mediterrâneo é algo de muito triste. Que aflição a daquelas pessoas. Horrível, mesmo!
A Flevolândia foi criada exactamente para albergar mais pessoas (parece que Amsterdam já estava a abarrotar pelas costuras). E criou-se algo de muito bonito, com uma reserva natural que adoro, Oostvaardersplassen. A cidade de Almere, por exemplo, foi criada de acordo com o conceito de cidade-jardim. Daí ser muito tranquila e estarmos sempre em contacto com a natureza.
Que bom que gostaste da foto! Foi em Pampus, onde o pôr-do-sol costuma ser lindíssimo!
Beijinho grande e continuação de boas férias!! :-)