Monday, 26 December 2016

Last Christmas


George Michael (25 de Junho de 1963- 25 de Dezembro de 2016).

Fui vê-lo a Coimbra, em 2007, no único concerto que deu em Portugal.

Fiquei triste com a notícia. Os Wham fizeram parte da minha adolescência.

Paz à sua alma.

8 comments:

bea said...

É natural que vão morrendo as pessoas que nos acompanharam anos e anos. Mas estranhamos na mesma. Envelhecemos sem nos habituarmos à morte. George Michael cantava bem e parecia-me, sei lá porquê, sempre jovem e irreverente.

ana said...

Sandra,

Também entristeci com a notícia, quando soube, ontem, antes de me deitar. Ainda era novo podia dar canções tão bonitas...

Não pude vir aqui antes do Natal, mas queria deixar o desejo que o Ano Novo seja o melhor entre os melhores, cheio de saúde, alegria e o máximo de sol possível.

Tenho tido um ano estranho, daí a ausência mas há sempre o sol a ligar-nos. :)))
Beijinhos. :))

Presépio no Canal said...


Bea,

Tive imensa pena. Talentoso e muito novo, ainda. Parece que morreu tranquilamente durante o sono. Calmamente, como ele disse que a sua vida nunca era (devido às perdas que sofreu (a mãe e o namorado), à luta com a Sony, ao incidente em LA, etc).

Presépio no Canal said...

Ana,

Obrigada pelos teus votos. E venha mais sol, que sempre ajuda! ;-)
Espero que o teu 2017 seja muito bom e te traga muitas alegrias.
Gostei imenso dos textos lindíssimos que criaste para o livro de fotografias do João.
Muitos Parabéns!
Beijinho e tudo de bom! :-)
PS: Gosto imenso do "Jesus to a child". Acho que foi das canções mais bonitas que o GM fez.

MR said...

É estúpido, mas, para mim, a figura de George Michael ficou para sempre ligada a esta dupla que era muito ouvida lá por casa, pela geração mais nova. :)
Reconheço que era um grande intérprete e não conheço bem a obra dele.
Boa semana!

Presépio no Canal said...


MR,

Ainda não ouvi o último trabalho dele, mas pretendo.
https://en.wikipedia.org/wiki/Symphonica_(George_Michael_album)

Entre as minhas favoritas: quando ele cantou com a Aretha Franklin, logo após o fim dos Wham, e tb com os Queen, no tributo a F. Mercury. Mas há muitas mais, como o "Freedom".

Boa semana!

Mister Vertigo said...

Embora não fosse um dos meus heróis da pop, sempre gostei de o ouvir e à medida que os anos passavam, ele cada vez mais me surpreendia pela suas escolhas musicais e para sempre guardo na memória aquele que considero ser o seu melhor álbum "Songs From The Last Century".
Votos de um Bom Ano 2017! :)

Presépio no Canal said...

Mr Vertigo,

O GM tinha uma voz portentosa (aquele tributo ao F. Mercury arrepia-me), muito bonita e concordo consigo, foi aprimorando as suas escolhas musicais ao longo do tempo. E soube lançar-se muito bem depois dos Wham, e mostrar a sua versatilidade, quando fez o dueto com a Aretha Franklin.
Obrigada! Para si também, um excelente 2017! :-)