Thursday, 30 October 2014

Espaço Embaixada


No Sábado, dia 20 de Setembro, "corri a coxia" em Lisboa.

No final da tarde, encontrei-me com amigos queridos que fizeram o favor de me dar a conhecer o muito que de novo a Capital tem agora para oferecer nas suas áreas mais nobres como, por exemplo, o Príncipe Real. Ao longo deste percurso, surgiram diante do meu olhar, muitos espaços novos para mim, como lojas de produtos tradicionais portugueses com uma abordagem ao nível do design e do marketing bem mais arrojada, novas pastelarias como a Poison D`Amour e a beleza de muitos prédios oitocentistas, agora requalificados. E ao meu redor, para cima e para baixo, gente de todo o lado, sobretudo da Europa, num ambiente deveras cosmopolita. Era tanta novidade, cor e movimento, que fiquei, por momentos, enebriada e nem sequer me preocupei em fotografar. Queria usufruir, simplesmente....

Um dos espaços que mais apreciei foi o Espaço Embaixada, situado no Palacete Ribeiro da Cunha e que eu conhecia como a antiga Reitoria da Universidade Nova de Lisboa. Este palácio, do século XIX, em estilo neo-árabe, é, agora, o que se chama uma Galeria Comercial Conceptual, que abriga, nas suas diversas salas, lojas de design, moda e gastronomia, bem como, espaços onde a cultura, a tradição e a modernidade se interligam em harmonia. A empresa imobiliária EastBanc, que revitalizou este espaço, no âmbito do seu projecto de requalificação e dinamização do Príncipe Real, é também a proprietária de mais 3 palácios (Faria, Castilho e Anjos) e outros 16 edifícios oitocentistas, situados nesta área nobre da cidade.

Estas são algumas das lojas do Embaixada que vale a pena visitar: Amélie au Théâtre (loja que se destaca pela sua bijuteria vintage criada pela sua proprietária, Amélia Antunes), Shoes Closet, Moleskine, Storytailors, Urze-Portuguese Mountain Lifestyle, Vla Records, Organii Bebé, Organii Cosmética Biológica, LinkstoreO da JoanaPaezTemporary Brands e Boa Safra. A todas devo uma visita bem mais demorada e às que não vi também.

Um dos pormenores que mais gostei no actual Espaço Embaixada foi a forma como o jardim do Palácio foi aproveitado como lounge, tirando partindo da sua magnífica vista para o Jardim Botânico. Para a próxima, quero ir lá de dia também.

À falta de fotografias da minha parte, fica este video para dar uma ideia a quem, ainda, não conhece este Espaço.






8 comments:

Sami said...

Que fabulosa idea modernizarem estes palacios abandonados! Uma Lisboa mais moderna e com mais turismo.
Ja ando a fazer uma lista de coisas a visitar, espero ter tempo para tudo!
Obrigada pelas dicas Sandra.

Presépio no Canal said...

De nada, Sami. Disponha sempre.
:-) Alguma questão, é só enviar um email.
Mas ficou tanta coisa nova (para mim) por ver...tanta...

João Menéres said...

Já conheces o novo Príncipe Real melhor do eu, Sandra !
É raro ir a Lisboa e, quando vou, deixo um pé no Porto...

Agradeço que nos tenhas falado e apresentado o Palacete Ribeiro da Cunha.

Um beijo amigo.

Presépio no Canal said...

Há muita coisa nova por lá, agora. Ainda me faltou explorar bastante... Pode ser que consiga lá voltar na próxima ida a Portugal. :-)
Beijinho amigo, João.

Margarida Elias said...

Mais um bom conselho! Beijinhos!

Crocheteando...momentos! said...

Ainda bem que se sentiu bem pela nossa capital!
Vou espreitar o vídeo!!!
Bj amigo

Presépio no Canal said...


Margarida, se tiveres oportunidade, passa por lá. Vale a pena a visita. :-)
Beijinhos!

Presépio no Canal said...

Graça, Adorei ter estado em Lisboa. Já tenho mais alguns espaços na mira para visitar nas próximas vezes. ;-)
Beijinho amigo.