Monday, 31 October 2016

Diwali - A Festa das Luzes Hindu



Uma das vantagens das novas tecnologias é permitir a amigos e familiares que se encontram distantes fisicamente, irem acompanhando a vida uns dos outros de uma forma bem mais rápida e facilitada que nos idos anos 60, 70 e 80 do século passado, por exemplo. Se, nessa época, as cartas demoravam uma semana a chegar e as chamadas telefónicas internacionais eram caríssimas, hoje, com o Email, o SMS, o Skipe ou o Whatsapp, desde que se tenha acesso a internet, um computador ou telemóvel, estamos muito mais próximos uns dos outros e conseguimos comunicar com uma velocidade e facilidade surpreendentes. É assim que os meus amigos me fazem chegar fotografias dos filhos nas actividades e nas festas temáticas escolares e do núcleo familiar nas férias de praia, ou até nas festividades próprias das suas respectivas culturas. Aprecio imenso esta atenção que têm para connosco, pois sem essa componente mais visual, seria muito difícil acompanhar o crescimento e a mudança de feições das crianças ou a alegria e as ocorrências engraçadas das situações. Foi assim que, neste domingo à noite, recebi via Whatsapp, votos de um "Happy Diwali ". Era a minha querida amiga indiana S., neste momento, a viver no Reino Unido, a enviar-me fotografias dessa mesma noite em que os os hindus festejam o Festival das Luzes, numa celebração da vitória da luz sobre a escuridão, do bem sobre o mal, do conhecimento sobre a ignorância, da esperança sobre o desespero. Nesta noite, cheia de significado espiritual, em que velas se acendem nas casas e templos hindus de todo o mundo...

Fotografia enviada no Domingo à noite pela minha amiga S. que se encontra a viver no Reino Unido



Na mesa, velas colocadas em cruz suástica, considerada santa e auspiciosa na cultura milenar hindu. É muito comum encontrar a suástica nos mais variados lugares, como templos e altares, uma vez que faz parte da iconografia sagrada do Hinduísmo. Até como elemento decorativo de pratos diversos a encontramos, como podem ver na fotografia. Mas também em roupas e jóias, casas e portões, meios de transporte e cerimónias das mais variadas, como casamentos e festas. É também numa cama de cruzes suásticas que o Deus Ganesha, uma das figuras maiores do panteão hindu, se encontra sentado. Ganesha é o Deus que retira os obstáculos do nosso caminho, o patrono das artes e das ciências e a divindade associada ao conhecimento e à sabedoria.

Feliz Diwali para todos!

16 comments:

Paula Lima said...

Quem diria que um símbolo que nós europeus associamos a tanto mal, poderia ser um símbolo de luz numa cultura totalmente diferente.
Boa festa das luzes, também

Presépio no Canal said...


Paula,

A Suástica, na Europa, tem uma imagem tão negativa desde os tempos do Nazismo, que até nos esquecemos que já existia antes, em diferentes culturas, e com outro tipo de significado, completamente diferente.
Muita luz, por aí, também, com sol e momentos felizes! :-)

APS said...

Decerto os nazis nem se lembraram que os ciganos vieram da Índia, tal como a suástica..:-))
O curioso é que em tudo acaba por haver algo de comum. Que reúne, quem sabe?, o "pão por Deus", o "halloween" e esta festa hindu. Não vale a pena tentarmos ser originais: as pulsões humanas acabam por ser muito semelhantes.
Uma boa semana!

Os olhares da Gracinha! said...

Tradições que desconhecia e gostei! Bj

Sami said...

Nao tinha conhecimento que a cruz suastica tambem era um simbolo Hindu.
Aqui tambem houve varias festas a celebrar o Diwali em alguns suburbios. Tive pena de nao ter ido ver a festa na Camara do meu suburbio mas ja tinhamos outros planos.

Presépio no Canal said...

APS,

Curiosa, mesmo: esta simultaneidade de festividades. E amanhã, é dia de Todos-os-Santos...
Boa semana!

Presépio no Canal said...


Graça,

Até vir para cá, também nunca me tinha apercebido do Diwali...
Bj

Presépio no Canal said...


Sami,

Também nunca vi a festa ao vivo e a cores. Mas gostaria. :-)
Boa semana!

Mister Vertigo said...

A simbologia por vezes tem significados bem diferentes e por vezes opostos, como é o caso desta Festividade Hindu, que nos dá a conhecer, em que se celebra, a paz, o amor e a felicidade.
Ao ler as suas palavras, recordei-me de um filme indiano da Mira Nair, intitulado "Casamento Debaixo de Chuva" / "Monsoon Wedding", que nos relata os preparativos de um casamento, um filme muito belo.
Uma boa semana.

Margarida Elias said...

Que belo e interessante! Gostei mesmo muito!! Beijinhos!

Presépio no Canal said...


Mister Vertigo,

Obrigada pela sugestão. Irei pesquisar. Nunca vi filmes indianos, que me lembre.
Obrigada. Uma boa semana também para si. :-)

Presépio no Canal said...


Margarida,

Também acho uma festa muito bonita, com um significado muito belo e pujante.
As indianas costumam usar um vestido novo neste dia. O da minha amiga era lindíssimo!
Beijinhos!! :-)

MR said...

Não conhecia esta festa indiana que, pelo que li, é uma das mais importantes para os hindus.
Gostei bastante do filme que Mister Vertigo refere. Um dos meus realizadores preferidos chama(va)-se Satyajit Ray.
Boa noite!

Joana said...

Fiquei chocada por um segundo quando vi a cruz suástica, quase não me lembrava do seu verdadeiro significado ;)
Acho que as tecnologias modernas, apesar dos problemas que às vezes causam, são as melhores amigas de quem está emigrado.
Beijinho

Presépio no Canal said...


MR,

Agora fiquei mesmo curiosa por ver o filme. Dois comentários positivos de peso...;-)
Irei pesquisar.
Bom dia!

Presépio no Canal said...


Joana,

So true! Gosto especialmente do envio das fotos em tempo real e de poder falar com mais facilidade via Skipe ou Whatsapp, por exemplo.
Beijinho!