Tuesday, 6 October 2015

Na Baixa


Destes dias em Portugal, em que o tempo de lazer não foi muito...
A bem dizer, quando lá vou, na grande maioria das vezes, ando sempre numa roda-viva, só com um ou dois dias de descanso pelo meio...
Mas, pronto... Na nossa passagem pela Baixa, ainda se conseguiu dar uma espreitadela nestes recantos...

Hospital de Bonecas (1830), na Praça da Figueira

Ainda gostava de visitar o Museu do Hospital de Bonecas.
Um local muito bonito e interessante, com brinquedos encantadores de outras eras.
Uma delícia para miúdos e graúdos! Um passeio que pode perfeitamente juntar avós, pais e netos...
Na foto: a entrada da loja.




Data do século XIII,  tendo sofrido várias campanhas de obras ao longo dos séculos (por exemplo, após o terramoto de 1531, o terramoto de 1755 e o incêndio de 1959). Da sua fachada medieval, já nada resta.
Aqui se realizaram baptizados e casamentos reais, como o casamento do Rei D. Carlos e da Rainha Dona Amélia.
Próxima vez, a ver se a visito a preceito e não me fico só pela fachada...



A Ginjinha Sem Rival (século XIX)

É caso para dizer que soube que nem ginjas...;-)



Restaurante "Martinho da Arcada" (1782)

Voltámos a este restaurante, que gosto muito, ao fim de 8 anos de ausência, para um robalo escalado de comer e chorar por mais. Sempre que volto a Lisboa, vou ao Martinho. Mas, até agora, tinha sido só ao café ou à esplanada. Sinto-me em casa nesta Casa, que tem as minhas saladas de fruta preferidas.






A Rua Augusta, ao anoitecer...Gosto muito! Um must see, na minha opinião...


12 comments:

APS said...

Voto na Ginginha!
Embora, quando o faço, a costume beber numa outra Tendinha, nas Portas de St. Antão..:-)
Bom dia!

Presépio no Canal said...

:-))
Tenho de experimentar a Tendinha - acho que nunca lá fui.
Bom dia!

Sami said...

Nao conheco nenhum destes locais. Ginginha so costumo beber em Sintra. A Rua Augusta a noite fica linda!

Margarida Elias said...

Belo passeio. Gosto sobretudo do Hospital das Bonecas e da Ginjinha. Bjns!

Presépio no Canal said...

Sami,

Nunca bebi ginjinha em Sintra. Tenho de experimentar. :-)

Presépio no Canal said...

Margarida,

O Museu do Hospital das Bonecas ficou na minha mira. Bjinho! :-)

Crocheteando...momentos! said...

Ainda não conheço nenhum deles!!! Bj

Presépio no Canal said...

Graça,
Lisboa tem imenso para ver e visitar, não é? :-) Ainda não foi desta que consegui matar saudades de Alfama e da Graça...
Bj

GL said...

A nossa Lisboa tem coisas tão bonitas, aliás é, toda ela, tão bonita!
O azul do nosso céu é único, não lhe parece, Sandra? E a Rua Augusta, ao anoitecer, não é mágica? A fotografia fala por si.:)

Beijinho.

Presépio no Canal said...


É verdade, GL. O azul do nosso céu é único. Quando vou a Portugal, farto-me de tirar fotografias ao céu. E já tenho ouvido o mesmo de outros emigrantes, sobretudo daqueles que rumaram ao Norte da Europa. Chega ser um tipo de terapia, estender na relva e olhar o céu azul.
Obrigada pelo simpático comentário à fotografia. Gosto do contraste entre o amarelo dos edifícios e o azul forte do anoitecer. Parece que estamos num filme.
Beijinho grande! :-)

Love Adventure Happiness said...

quando estive lá agora recentemente fomos `a fábrica Lisboa na Rua da Madalena e que croissants deliciosos...
É bom voltar `a nossa cidade :D pena nunca ter tempo para nada, muito menos descansar ;)

Presépio no Canal said...

Sim, é sempre uma correria e saímos sempre de lá com a sensação que era preciso mais tempo...:-)
Tenho de experimentar essa casa que referes. Nunca lá fui e gosto de croissants, embora ultimamente não toque em farináceos (estou em dieta - estava com muito peso para a minha altura e já não me sentia nada bem...).