Friday, 9 September 2016

Sekolah e outras palavras indonésias de origem portuguesa



No passado domingo, antes do passeio pelo porto de Roterdão,  estivemos, com os mesmos amigos, no festival de comida indonésia, em Wassenaar. À entrada do recinto, este cartaz a indicar que estávamos no terreno da escola indonésia.




"Sekolah" em Bahasa (a língua da Indonésia) quer dizer "escola" e é uma palavra de origem portuguesa. Se os holandeses dominaram os portos da região a partir do século XVII, fomos nós os primeiros europeus a chegar ao arquipélago no século XVI: em 1512, com António de Abreu, que chegará à ilhas de Banda, que fazem parte das ilhas Molucas.


Abaixo, uma lista de palavras indonésias de origem portuguesa


B
bangku (banco)
bendera (bandeira)
biola (viola)
bola (bola)
boneka (boneca)

D
dadu (dado)
dansa (dança)

G
gancu (gancho)
garpu (garfo)
gereja (igreja)

J
jendela (janela)

K
keju (queijo)
kelinci (coelho)
kemeja (camisa)
kertas (cartas)

L
lemari (armário)

M
meja (mesa)
mentega (manteiga)
Minggu (domingo)

N
natal (natal)
nina (menina)
nona (dona)

P
paderi (padre)
permisi (permissão)
pesta (festa)
pompa (bomba hidráulica)

S
Sabtu (sábado)
sabun (sabão)
santo (santo)
sepatu (sapato)
serdadu (soldado)
sinyo (senhor)

T
terigu (trigo)
terwelu (coelho)
tinta (tinta)
tukar (trocar)


Bom fim-de-semana!

A Língua Portuguesa da Indonésia ao Brasil...


23 comments:

Os olhares da Gracinha! said...

Um som maravilhoso!
Obrigada pela partilha...bj

Paula Lima said...

A nossa influência pelo mundo é imensa!
(E será que o "interessante" na língua holandesa também é influência nossa?)

João Menéres said...

O TERWELUé mais estranho...

Presépio no Canal said...


Graça,

É sempre um prazer ouvir estes dois, não é? :-)

Beijinho amigo!

Presépio no Canal said...


Paula,

:-))
Parece que existem sim, três palavras de influência portuguesa relacionadas com a nossa presença no Oriente:
bamboe (bambu);
malei (malaio);
kaste (casta).

Também há palavras de origem francesa como "cadeau" e "route", por exemplo.

Bom dia!

Presépio no Canal said...


João,

Sejas bem regressado das tuas férias! :-)

Ainda hei-de pedir que pronunciem esta palavra ao pé de mim. Desconfio que seja por aí...

Beijinho!

Paula Lima said...

Ora nós deixamos marca por onde passamos!
Aparece malaio na sua resposta e poruqe será que eu penso logo no Sandokan?
Hoje em dia, por cá, somos sobretudo influenciados pelos ingleses/americanos. A electrónica/informática chegou ao nosso discurso!
Bom dia igualmente!
Sendo hoje sexta-feira, passo o dia a trautear mentalmente a canção do Boss AC!

Presépio no Canal said...


Paula,

É verdade. E já se torna cansativo.
Lembro-me de ler o Sandokan quando era miúda. :-)
Não conheço o Boss Ac, mas já vi que é um rapper português.
Sempre a aprender. ;-) A ver se oiço umas coisas...
Bjinho! :-)

Sami said...

Estivemos por todo o mundo e ficou um rasto da nossa lingua por aqui e ali.
Aqui na Australia vejo muitos Asiaticos com sobrenomes Portugueses ou por vezes ja meio Inglesados... como Figredo.
Bom fim de semana Sandra.

Paula Lima said...

Eu só conheço esta canção dele, já que rap não faz parte dos meus gostos musicais (e eu gosto de tanta coisa).
Foi-me apresentada pelas "miúdas" que trabalharam comigo (diferenças de 20 anos é o que dá) e tem um teledisco muito engraçado:
https://www.youtube.com/watch?v=wqlurzmr5nU

Presépio no Canal said...

Sami,

É o caso da amiga com quem vamos estar este fim-de-semana. O sobrenome é português.
Parece que os antepassados portugueses vieram de Malaca (já conseguiu ir até ao século XVIII) e ela desconfia que sejam do norte de Portugal.
Os meus vizinhos foram aí para as suas bandas, Austrália. Só voltam daqui a um mês.
Boa Primavera, Sami!

Presépio no Canal said...


Paula,

Obrigada pelo video.

Hei-de ouvir e depois direi o que achei. ;-)
É sempre bom saber o que se vai fazendo de novo por aí.
Este ano, houve um concerto aí que gostaria de ter assistido: o do Sérgio Godinho com o Jorge Palma.
Ontem à noite, lembrei-me de si. Estivemos a rever o "Norte e Sul". Passa aqui às quintas-feiras. Também via?

Paula Lima said...

Norte e Sul? Mas claro que sim. A primeira vez que me "apaixonei" pelo Patrick Swayze foi nessa série, muito antes de ele ser famoso com o "Dirty Dacing". E poucos sabem que a Kirstie Alley também se destacou aí. A reconstituição de época é fabulosa.
Nos meus anos a minha sobrinha Ana ofereceu-me o DVD do concerto do Sérgio Godinho e do Jorge Palma. Adoro!

Margarida Elias said...

Que engraçado! :-) Beijinhos!

Presépio no Canal said...

Paula,

Também fui "apaixonada" por ele e tudo começou nessa série. ;-))
Tive um desgosto enorme quando ele morreu. Lindo, bom actor, cantava bem e ainda novo.
Esta série é excelente.
E o mundo é tão pequeno, que a pessoa de contacto da Lesley-Anne Down vive aqui na Holanda, na nossa cidade. Ele há coisas...

Presépio no Canal said...


Margarida,

As palavras são mesmo parecidas, não são? :-)
Beijinhos!

bea said...

As águas de Março vão bem em qualquer mês.
Fico contente por termos deixado uma marca tão de perenidade na Indonésia. Eu queria ser como Mia Couto que todo se derrama pela língua e pena de quantos pensam e falam o português. Tenho uma certa inveja desse criador de palavras que serpenteia pela palavra num aparente e terno sem esforço, que aglutina com sentido e promove com poesia e precisão, em mestria de escultor que descobre na pedra um cotovelo ou um joelho a desenharem-se numa prega do tecido.

Presépio no Canal said...


Bea,

Pelo que acabo de ler, não é só Mia couto que escreve bem...;-)

MR said...

Sabia que deixámos muitos palavras por esse mundo, mas gostei de ver palavras indonésias assim listadas. :)
Bom dia!

Presépio no Canal said...

MR,

Gosto e faço listas com frequência. E gosto de "scripts" e de planear. Tudo o que se relacione com organização (deixando sempre espaço para um pouco de aventura, claro). Gosto de sentir um fio condutor nas histórias, na sequência dos posts. Por aí...
Bom dia! :-)

Mister Vertigo said...

A linguagem navega no oceano das palavras e por vezes descobrimos algumas bem familiares noutros continentes, mas esta crónica (prefiro à palavra post) possui outras palavras bem nossas, com um belo sotaque, nessas "Águas de Março", com o Tom Jobim e a Elis a oferecerem à nossa memória uma bela viagem ao passado.

Bom fim-de-semana

Presépio no Canal said...

Mister Vertigo,

Tem razão. "Crónica" é melhor que "post". De longe. "Post", por acaso, lembra-me sempre os postes da luz. :-)))
Gosto especialmente desta interpretação, deste video em particular. Muito certinhos, sem demonstrar esforço, dicções muito claras, muito límpidas. "Casam" os dois muito bem. Num Hino à Palavra e à Poesia.

Bom fim-de-semana! :-)

bea said...

Há muita gente que escreve bem. Mas acumular com invenção de palavras tão de perfeito ajuste...só ele mesmo.
BFS